Arquivos | setembro, 2012

MEU VIZINHO, UM NEGRO IMENSO E CARALHUDO

22 set
MEU VIZINHO, UM NEGRO IMENSO E CARALHUDO

Moro num bairro grande de Sampa e na minha rua há várias casas para aluguel. Num belo dia eu estava saindo de casa e percebi um caminhão de mudança pra casa ao lado da minha. Depois chega um negão maludo num outro carro com uma mulher descem do carro e acompanham os rapazes da mudança. Logo imaginei que o negão seria o próximo morador. Depois de alguns dias automaticamente fomos nos conhecendo aos poucos ( Modéstia a parte, sou bom pra puxar conversa). Acabei falando que sou solteiro e ele falou que era casado, mas não tinha filhos. Essas conversas sempre aconteciam na calçada em frente às nossas casas (Aliás, esqueci de dizer que tenho tara por negros, principalmente os grandões e ursos) e esse tinha mais ou menos 1.80m e uns 80 quilos. Ele usava sempre calça jeans mais ou menos colada e ficava aquele volumão na calça, entre as pernas. Muitas vezes eu estava conversando com ele e não conseguia desviar os olhos daquele volume delicioso de se ver. Eu não sou afeminado, mas por eu olhar tanto o volume na calça ele percebeu que eu estava a fim de levar aquele pauzão estilo Kid Bengala no cuzinho. Por perceber meu interesse por ele, ele nunca falava de mulheres comigo.
Era sempre papo sobre política, sociedade, países, economia, etc. Um dia ele me falou que a mulher trabalhava das 2 horas da tarde às 10 da noite. Isso já era um ponto pra mim que já estava louco pra ser traçado por aquele negão. Depois de vários dias conversando do lado de fora da casa, o convidei pra entrar. Ele entrou. Sentou e eu estava queimando de tesão. A gente se olhava com tanto tesão que só faltava se agarrar. Eu ali sentado no sofá de frente pra ele e ele me olhando como se estivesse no cio. Eu tremia de excitação e nervosismo e ele ficava sem saber o que fazer. Até que ele disse que ia ao banheiro. Quando levantou não pode esconder o volume maior do pau duro na calça que parecia que o pauzão ia saltar pra fora. Ele foi ao banheiro que fica no corredor que da sala se pode ver. Entrou no banheiro, ficou de perfil, tirou aquela tora negra imensa e começou a mijar com a porta aberta. Não resisti e fui ao corredor e fiquei babando olhando aquele negão de perfil com aquele pauzão mijando, sabendo que eu estava olhando e fingiu que não.Acabou de mijar, apontou o pauzão pra mim,balançou e falou: “VOCÊ GOSTA?” Eu respondi “E MUITO…” Ele se aproximou de mim com o pau duro babando, balançou e falou : “QUER MAMAR” ? Eu não pensei duas vezes, me ajoelhei aos pés dele e abocanhei aquela jeba negra deliciosa e mamei loucamente igual uma puta no cio. O negão gemia e contorcia de tesão. Eu engolia a vara toda até a garganta e ele falava: “ISSO… MAMA SEU NEGÃO MINHA PUTINHA SAFADA! GOSTA DE JEBA PRETA?” Eu disse “ADORO. MEU VICIO É UMA ROLA PRETA.”Parei de mamar e puxei-o pelo braço pra minha cama. Peguei um tapa-sexo que empina ainda mais minha bundona lisinha e vesti (Sou aquele tipo de magro bundudo). O negão quando viu ficou louco de tesão mais ainda. O pauzão dele latejava. Estava tão duro que apontava pra cima. Ele me pegou por trás esfregando o pauzão preto na minha bunda branquinha e lisinha e mandou eu ficar de quatro na cama. Levantei bem a bunda de modo que o reguinho já ficava aberto e ele caiu de boca no meu cu que já estava depiladinho. Ele metia a língua, chupava e mordia minha bunda e eu rebolando na cara dele. Ele dava tapas na minha bunda e dizia sacanagem tipo: “QUE PUTINHA MAIS GOSTOSA! QUE RABÃO DELICIOSO!” Cuspiu no meu cu e eu encostei pra beirada da cama com a bunda pra fora e ele em pé no chão. E ele dizia “TO LOUCO PRA FUDER ESSE CUZÃO TESUDO”. Começou a empurrar o cabeção da vara e eu disse: “NÃO, SEM CAMISINHA NÃO!” Ele se irritou e falou: “JÁ FAZ MAIS DE UM ANO QUE NÃO COMO UM CU, SÓ COMO A BUCETA DA MINHA MULHER E MAIS NINGUÉM E VOCÊ QUER TIRAR MEU PRAZER DE TE ENRABAR SEM CAMISINHA?!!?Meu tesão era tanto que nem pensei em mais nada. Já falei: ‘TÁ BOM! “FODE ESSE CU COMO VOCÊ QUISER MEU NEGÃO, VAI” METE ESSA VARA!Passei um lubrificante e empinei mais a bunda, louco pra ser enrabado. Eu tremia de tesão e meu cuzinho piscava freneticamente ansioso pra ser penetrado.Falei pra ele por devagar. Ele foi empurrando e eu rebolando. O pau era tão grande e grosso que parecia que tava me rasgando. Eu gemia. Entrou tudo até o talo. Ele falava: “ TA GOSTANDO DA JEBONA DO TEU NEGÃO , MINHA PUTINHA CUZUDA? E eu gemendo dizia que sim. Ele segurou firme na minha cintura e começou a socar a vara tão fundo e forte que eu queria gritar de dor e tesão ao mesmo tempo, mas só gemia pros vizinhos não ouvirem.Ele fudia meu cu loucamente, dando rápidas e fortes estocadas que meu corpo balançava pra frente e pra trás e eu olhando no espelho na outra parede a tora preta aparecendo e sumindo dentro do meu cu. Meu sonho de ser fudido loucamente por um negão estava se realizando.Ele enterrava aquela vara sem dó nem piedade no meu cu e falando sacanagem: “TOMA, VADIA , SAFADA! TOMA PICA NO CU! VOCÊ QUERIA , AGORA TOMA! VOU ARROMBAR ESSE CU, ADORO CU BRANQUINHO! Eu apertava o pau dele com o cu e ele falava mais sacanagem: COMO ESSE CU TA QUENTE! VOU TIRAR MEU ATRASO DE COMER CU!Segurou nos meus ombros e não parava de falar sacanagem, urrava de tesão,depois tirou o pauzão e me mostrou dizendo: OLHA O PAUZÃO QUE TA TE ARROMBANDO! PEDE PICA, VAI, PEDE CACHORRA , e eu : ME DA PICA MEU NEGÃO, METE MAIS NO MEU CU, NÃO PARA!. Ele atolou de novo o cacetão já inchado e melado de tesão, dava umas 4 ou 5 estocadas bem fortes que estremecia meu corpo e parava com o pau todo dentro. Quando eu menos esperava ele fazia de novo. Depois pegou firme na minha cintura e socava bem rápido, tirava o pau e olhava meu cu todo aberto e vermelho do volume do pau. Dava uns tapas na minha bunda e dizia ESSE É O CU MAIS GOSTOSO QUE JÁ FUDI ATÉ HOJE! Cuspiu no buraco vermelho e meteu tudo de surpresa falando : VOU ENCHER ESSE CU TESUDO DE PORRA! TOMA! TOMA MINHA PUTA SAFADA. Continuou bombando e me falando palavrão até que senti o pau dele inchar e ele urrando de tesão : AHHHHH VOU GOZAR CARALHO… Senti vários jatos de porra quente enchendo meu cu… ele tirou o pau e escorreu pelo meu buraquinho…Depois tomamos um banho e fiz um boquete delicioso… dessa vez ele falou que queria me fuder de bruços até gozar que era um fetiche e assim fez. Deitou nas minhas costas e socou a vara sem dó e encheu meu cu de porra de novo…Nesta tarde foram quatro gozadas e durante vários meses o meu vizinho negão sempre me enrabava em casa quando tava de folga… até que se mudou pra outra casa em outro bairro…
Fonte : http://www.contoerotico.com/ex_new.cfm?ct=15981&kp=387869

NOSSA ELE ATE TENTOU ESCAPAR MAS O NEGAO METEU ATE AS BOLAS

22 set

CHUPADINHA E ……… LEITINHO

21 set

Imagem

BOM DIA 21 SETEMBRO – Q MENININHO GOSTOSO

21 set

21 set

Chupando no banheiro do shopping

  •  

  •  
<!– Aumente suas vendas! –>
Onde eu estudava dois anos atrás tem um shopping bastante movimentado, todo dia lotado, inclusive dias de semana, eu volta e meia ia lá sozinho porque era perto da minha escola e tals, além disso era legal enrolar um pouco a volta pra casa pra ficar zanzando no shopping, enfim, lá dentro tinha varios banheiros localizados nos três andares do shopping, mas o que vamos focar é o banehiro número 2 do segundo andar… As vezes quando eu ia lá eu sempre ia pro segundo andar porque lá ficava a loja de games até que um dia eu tava mega apertado e corri pro banheiro, justamente esse… Quando eu entrei lá dentro eu notei que uma das cabines tinha um pequeno buraco redondo por entre as cabines, devia ser alguma coisa que tinha lá dentro mas que removeram, aí ficou o buraco, eu olhei praquilo por um tempo até que do nada eu vi uma nota de 5 reais passando pelo buraco me fazendo dar um salto de susto, a mão ficou lá, segurando a nota e sacudindo ela, obviamente eu peguei, só que quando eu fiz isso, no minuto seguinte eu ouvi o barulho de um ziper abrindo e eu só vi uma pica passando pelo buraco, eu corei muito mesmo ao ver aquele pedação de carne meia dura apontada pra mim, eu não consegui fazer mais anda além de ficar olhando praquilo, logo depois o cara balançou ela um pouco, aí foi que eu entendi que aquilo era um gloryhole e que já era bem obvio o que eu devia fazer ali, eu me ajoelhie meio sem graça e aproximei o rosto da pica, ela tinha um cheiro forte, era quente, grossa… Quando eu olhei por debaixo do vão que tem entre as cabines eu notei que seja lá quem fosse aquele cara era um P.M porque ele tinha as botas do uniforme e dava pra ver a camisa do uniforme pelo buraco, eu engoli em seco e ele balançou o pau dele de novo, fazendo aquele cacete acertar a minha bochecha e melar meu rosto com um pouco da pré dele, logo em seguida eu respirei fundo e segurei o caralho duro daquele macho, botei a pontinha dele na minha boca e beijei, dando umas leves chupadas, eu ouvi ele gemer baixinho enquanto eu sentia a pre dele escorrer na minha boca, logo em seguida eu fechei os olhos e sem pensar duas vezes enfiei o caralho dele todo na minha boca, chupando-o com vontade, aquele membro duro e quente acertando o fundo da inha garganta enquanto eu fazia um vai e vem com a minha boca, massageando a pica dele toda, volta e meia eu ouvia um gemido dele seguido de alguma frase, mas eu não conseguia ouvir, eu continuei chupando ele até que eu senti o pau dele pulsar e a porra quente dele invadir a minha boca, era muita coisa e eu tirei o cacete dele de dentro de mim pra respirar e engolir o gozo gostoso dele, depois daquilo ele tirou o pau dele do buraco e depois eu só vi uma coisa que me deixou assustado, ele botou o cú dele lá, mandando eu foder ele, eu engoli em seco mas obedeci, levantando e abaixando as minhas calças, botando a minha pica na direção do cu dele e metendo, gemendo baixinho, o cu dele era muito apertado, quente e suado, fazendo com que fosse mais facil meter dentro dele, depois de um tempo eu não consegui segurar mais e acabei gozando dentro, respirando pesadamente, ele tirou o cú dele da minha pica e passou uma nota de 50 reais no vão entre as cabines, logo em seguida foi embora, eu fiquei ali por mais um tempo, recuperando o folego e processando o que tinha acabado de acontecer… Então um outro cacete passou pelo buraco….

——————–

Aquilo foi bom demais, só que eles taparam o buraco que tinha na cabine depois de umas 2 semanas =( mas quem sabe eu não dou um jeitinho de abrir ela hein? ;P

fonte  : http://www.contosonline.com.br/conto-erotico/chupando-no-banheiro-do-shopping-1

Imagem

APRENDENDO A FODER

21 set

CONTO : O ENFERMEIRO TARADO

20 set

O enfermeiro tarado





 

<!– Aumente suas vendas! –>Realmente, vim perceber que meu primeiro conto foi extenso demais. Prometo ser mais objetivo nessa nova história. Reforço que todos os relatos meus são verdadeiros. Me chamo Felipe (fictício) 20 anos, branquinho, não sou alto, e confesso que nem lembro minha altura, mas sou sarado, pois faço malhação, sem nenhum pêlo no corpo e ombros largos devido a natação, olhos pretos e cabelo moicano. Humildemente me considero bonito.
Isso aconteceu em 2008, quando eu precisei ir ao hospital fazer um curativo pois tinha levado uma queda sobre o braço e minha mão esquerda arranhou bastante. Entro na sala do hospital, e como se tratava apenas de um curativo simples, o próprio enfermeiro de plantão faria o serviço. Quando escuto meu nome entro na sala. Um homem aparece na porta, aparentando uns 26 anos com um jaleco branco, onde se via poucos pêlos saindo de sua camisa, e uma calça branca bastante apertada. Era um homem mulato, muito apresentável. Quando entro na sala, ele me convida a sentar, e já suspeitava do motivo de estar ali, pois viu minha mão arranhada. Ele começa a escrever, e segundos depois se levanta e tranca a porta de chave. Juro,que fiquei com bastante medo. Pois todas as minhas tranzas até então tinham sido com pessoas que eu conhecia. Ele após ter trancado a porta, pega a chave e guarda no jaleco.
- Sente-se na maca por favor Felipe.
Obedeci, e sentei.
- Estenda sua mão por favor.

Ele viu, e foi logo colocando o par de luvas, e pegando os acessórios para limpar minha mão.
QUANDO MENOS ESPERO, ELE DIZ:
- Se fosse com a mão direita, eu diria que você se masturbou e a mão explodiu.
Eu apenas ri, mas meu pau começou a ficar duro, ali em cima da maca. E como estava de bermuda, ele iria ver.
Aquele enfermeiro, era muito gato. A cada movimento, seus músculos se destacavam naquela camisa pólo por dentro do jaleco. Comecei a entrar no jogo dele, quando ele de propósito ficava roçando meu joelho no pau dele, que visivelmente estava duro. Foi quando ele percebeu que eu estava excitado, e pegou na minha bermuda na cara de pau e disse: – TÁ GOSTANDO DO CURATIVO?
Dessa vez, não teve como ficar calado, e apenas balancei a cabeça num gesto de sim. Terminado o serviço, pensei que ele iria me liberar, mas disse:
- Pronto Felipe, tudo certinho. Pode sair da maca e ficar de pé encostado na parede.
Mais uma vez obedeci. Ele tirou as luvas, e lavou as mãos. Chegou perto de mim, e levantou a minha camiseta
- Pela sua ficha, você tem 18 anos né verdade? Porém, pra um garoto da sua idade, está bem magrinho.
DEPOIS DISSO, ELE ALISOU BASTANTE MINHA BARRIGA, QUE NAQUELE TEMPO JÁ ERA DEFINIDA, MAS ME CHAMAR DE MAGRO SÓ FOI UMA DESCULPA DELE PARA INICIAR A SEDUÇÃO.
Ele pediu pra eu tirar a camisa, e bermuda e ir para balança, para conferir meu peso. Eu estava com muita vergonha, e fui mesmo assim. Ele anotou meu peso. E passou suas mãos na parte de trás das minhas pernas.
- Que saúde enh? Joga futebol ? Malha ? Suas pernas são lindas demais.
- Eu treino bastante doutor.
- Não me chame de doutor, assim fico sem jeito.
- Posso ir embora?
- Ainda não. Encoste na cama, de bunda pra cima que eu já volto.

Eu nesse momento só tinha que obedecer a tudo, mas eu estava com medo, e se alguém chega? Lá estava eu, só de cueca, esperando pelo melhor ou pior …
Sou surpreendido com um beijo quente no pescoço, daqueles que sugam de verdade, que deixam marca. Gelei na hora, e no mesmo instante virei de frente. Estava beijando aquele enfermeiro, com toda vontade. Sua barba ainda pequena, roçava em mim. E ele disse:
- Quando você entrou, eu já fiquei com vontade de te comer.
E o medo aumentava, vai que alguém tenha escutado isso do lado de fora? Ou tenha reparado a demora de eu estar lá dentro?
- Vem cá, e tira minha roupa! – sugeriu ele.
Parecia até um filme que eu assiti, de botão em botão eu tava tirando o jaleco dele, e não demorei para tirar a camisa dele, para minha surpresa um corpo super bem cuidado, com alguns pêlos, mas um peitoral forte, costas largas. Comecei a tirar a calça dele, embora o tesão estivesse me consumindo, o medo já estava no passado. Deixei ele só de cueca, e ele me colocou na maca novamente, e começou a beijar minhas costas, até chegar na bunda. Não demorou muito, e lá estava ele com um lubrificante. E foi ali, que ele tirou minha cueca, e foi metendo a língua no meu cuzinho, que já explodia pedindo rola. Ele começou a enfiar um dedo, e depois dois. E abafava meu gemido com sua outra mão. Eu estava consumido por ele. Depois de tantas dedadas, ele me colocou de frente novamente, e alí estava um pau pedindo pra ser chupado. Comecei pelas bolas, e ele só dizendo: -nossa, que boca safada. Quando comecei a chupar o pau dele, me deparo com seus olhos virando de tanto tesão. Ele segurava minha cabeça e enterrava pra valer. Chegando até garganta, e me fazendo engasgar. Logo depois, foi até a sua calça jeans e tirou uma camisinha. Não demorou, e alí mesmo começou a meter forte em mim. – Que cuzinho quente, e já foi arrombado que eu sei. Ai que delícia. Toma safado!
QUE CENA INUSITADA, EU COM UMA ROLA DENTRO DE MIM, EM UM HOSPITAL !

Ele tinha uma rola grande, mas não tão grossa. Mas, foi uma foda inesquecível.
- Vou gozar ! Vem que vou te dá leitinho na cara.
EU FIZ O PAPEL FINAL, E FIZ UM NOVO BOQUETE NELE, ONDE JORROU EM MIM UM JATO QUENTINHO DE PORRA, QUE LAMBUZOU MINHA CARA , CAINDO ATÉ MEU PEITORAL. Ele apenas chupou meu pau no momento final, e não chupava tão bem, para minha tristeza. Mas gozei na boca dele, e o vi engolindo tudinho.
Nos trocamos, limpamos tudo e eu sai de lá. Porém, aquele meu curativo já estava todo bagunçado. Por medo, nem voltei mais lá e nunca mais o vi …
fonte : http://www.contosonline.com.br/conto-erotico/o-enfermeiro-tarado

Imagem

BOM DIA 20 DE SETEMBRO – QM JÁ NAO ACORDOU DURO HUMMMM

20 set

CONTOS : CAMINHONEIRO CACETUDO

20 set
o caminhoneiro cacetudo

oque vou contar aconteceu comigo , bom tenho 19 anos .sou loirinho tenho olhos azuis pele clara . há cinco anos atraz eu morava perto de um posto de gazolina onde varios caminhoneiros parava para dormir , como eu estudava do outro lado sempre tinha que atravessar o posto pra chegar até o colégio , até entao nesta epoca eu era completamente virgem , tinha meus desejos de ficar com homens mas nao passava so de desejo , um dia estava voltando do colegio e resolvi parar no posto para ficar observando os caminhoes que ali parava , andei por varios lugares do posto , e resolvi entrar no banheiro . ao entrar tinha ums tres homen la dentro , um estava saindo com uma toalha pendurada no ombro , e persebi que tinha outros tomando banho pois fazia barulho de chuveiro . fiquei no lavatorio fingindo que estava lavando minha mao , escutei um dos chveiros desligar e a porta do banheiro abrir , ao olhar pra traz meu coraçao desparou e minha perna ficou bamba , fiquei totalmente sem açao . vi um coroa ele devia ter uns 40 anos por ai de barba e pelado ele estava se enxugando . ele percebeu como eu tinha olhado , mas nao falou nada pegou a toalha e começou a secar seu pau . nossa eu nao estava conseguindo sair do lugar . eu nunca tinha visto um pau de outro homem antes e o dele mesmo mole era grande , ele olhou pra mim e sorriu .. vestiu uma bermuda e saiu .. e eu continuei ali . o outro chuveiro tambem desligou . e eu me virei de costas pra ninguem perceber . saiu outro coroa este tinha bigode era branco grandao deveria ter tambem uns 40 anos . no lavatorio tinha um espelho onde eu podia ver tudo , ele estava com a toalha enrolada na cintura . ele mexeu em uma bolsa q estava pendurada tirou uma cueca azul de dentro dela . e olhou direto pro espelho e me viu olhoando ele . ele começou a asoviar . e tirou a toalha e começou a se secar , e
 sempre olhava pro espelho . ele pegou no seu pau e ficou balançando ele . nossa neste hora pensei que meu coraçao iria sair pela boca . fiquei com medo mas nao conseguia sair dali . e ele muito sacana ficou pegando no pau dele e olhando pra mim . nunca tinha visto um pauzao daquele . o pau dele tinha ficado meio duro . ai ele vestiu a cueca colocou uma bermuda e foi ate o lavatorio , começou a lavar suas maos e me perguntou . oque faz aq ?? eu gagueijando disse vim lavar minhas maos . e ele falou , mas tem mais de 20 minutos que vc ta aqui . eu estava te vendo pelo buraco da porta .. eu fiquei gelado .. e sem açao . ele chegou perto de mim apertou minha bunda e falou .. esta bundinha ja levou ferro ?? eu nao conseguia falar so balancei a cabeça dizendo que nao .. ele deu um sorriso e falou . quer levar ferro nesta bundinha ?? nesta hora meu coraçao foi a mil . balancei a cabeça dizendo que sim ,, mas nen sabia oque estava dizendo , pois estava completamente , paralizado . ele falou no meu ouvido vou sair e vc me segue até meu caminhao . vou dar uma mamadeira pra vc . e saiu . eu joguei agua no meu rosto e pensei em ir embora , mas minha vontade era maior , e resolvi ir . quando sai do banheiro ele estava parado na porta de um caminhao grande vermelho , e fez sinal pra mim . fui até la , entrei ele fechou a porta e foi arrumando as cortinas do caminhao . eu estava gelado . ele tirou e bermuda e ficou de cueca . e disse pra mim tira este short fica peladinho que vou te dar um trato . ai eu falei que nunca tinha feito aquilo . ai ele falou mas voce quer ?? eu balancei a cabeça dizendo que sim . ai ele pegou minha mao pois no pau dele e disse olha o tamanho da sua mamadeira tirou a cueca e eu vi um pau imenso que mal cabia na minha mao , e ele disse mama gostoso . eu sem jeito coloquei minha boca no pau dele e ele começou a gemer e forçava minha cabeça pra baixo e fui chupando chupando até q ele parou e falou deita aq de bundinha pra cima deixa eu ver seu cuzinho . deitei e ele abriu minha bundinha e falou nossa mas que cuzinho lindo todo rosinha hummmm . e começou a passar a lingua nossa foi a sensaçao mais deliciosa q eu ja tinha sentido , ele lambia meu cuzinho e falava . hoje voce sai daq sem seu cabacinho vou arrombar este cuzinho lindo . hoje voce vai ser minha putinha . ele falava isso e eu ficava com mais medo doq ja estava .. ai ele pegou um gel q estava embaixo do banco passou no meu cuzinho e no pau dele , e falou vai doer um pouquinho mas depois voce vai gostar .. e veio pra cima de mim . encaixou seu pau no meu cuzinho e foi forçando , nossa na hora q começou a entrar eu comecei a gritar dizendo q nao queria mais , que estava doendo . ele falou vc quer sim vc vai aguentar meu cacetao todinho neste cuzinho sim vc nao queria dar ?? agora vai dar sim e soltou seu corpo em cima do meu e eu senti meu cuzinho sendo rasgado . tentei fugir ele me segurou . com uma mao tapou minha boca e falou vou por tudo no seu cuzinho minha putinha , e foi empurrando aquele pauzao todo . nossa cada pedaço q entrava parecia que estava estalando algo parecia que meu cuzinho estava arebentendo
, eu comecei a chorar , mesmo asim ele nao parou . enfiou tudo ate eu sentir seus pentelhos bater na minha bundinha . ai ele falou ta vendo , nao falei q vc aguentava , agora relaxa que ja ta tudo dentro da sua bundinha .. e começou a bombar . dizendo q meu cuzinho era maravilhoso que eu era sua putinha manhosa , e foi aumentando o ritimo . até q ele soltou um grito e falou toma leitinho no cuzinho toma .. eu ja nao tinha mais forças .. ele saiu de cima de mim eu ainda estava chorando e ele falou .. depois disto vc vai me agradecer . me deu um beijo vesti minha roupa . ia descendo do caminhao ele segurou no meu braço e falou daq a 15 dias estou de volta e sei que voce vai contar os dias pra vir dar seu cuzinho pra mim de novo .. desci do caminhao todo arrombado . fiquei uns 4 dias com dor na minha bundinha . depois de cinco dias comecei a contar os dias pra ele voltar e dei pra ele denovo …

Q BELEZA – IBRAIMOVIC DO PSG DE PAU MEIA BOMBA

20 set

Ibra comemora gol pelo PSGO multimilionário Paris Saint-Germain estreou muito bem na Liga dos Campeões da Europa. Na terça-feira, o time francês goleou em casa o Dínamo de Kiev por 4 a 1. Ibrahimovic abriu o placar de pênalti aos 19 minutos do primeiro tempo. Aos mais atentos (ou atentas), a animação de Ibra após marcar o gol ficou evidente, transparecendo no calção.

Em uma transação de cerca de 20 milhões de euros, o sueco de 30 anos acertou sua ida do Milan para o PSG. Em Paris, Ibra receberá cerca de 13 milhões de euros por cada um dos três anos de contrato. Haja felicidade!

Fonte : http://br.esportes.yahoo.com/noticias/spt–ibrahimovic-se-anima-al%C3%A9m-da-conta-em-celebra%C3%A7%C3%A3o-de-gol.html

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 30 outros seguidores